“A Estrada” é um filme humanitário

Com o terremoto que assolou o Haiti, assistindo “A Estrada”, podemos ter uma idéia de como será (por que isso vai acontecer mais cedo ou mais tarde) nosso mundo depois de uma catásfrote de grandes proporções.

Fungindo à regra dos blockbusters, “A Estrada” carrega consigo um ambiente sombrio onde a sobrevivência da raça humana corre perigo.

A fome e o inverno são os principais inimigos de Viggo Mortensen, que interpreta um personagem sem nome, e seu filho, interpretado pelo ator mirim, o australiano Kodi Smit-McPhee, de 14 anos de idade.

A atriz Charlize Theron trabalha pouco e interpreta uma esposa covarde que desiste de lutar pela sobrevivência ao lado do marido e do filho.

Pessoas correm atrás de comida fazendo com que o canibalismo seja praticado em larga escala.

Um revólver calibre 38 com poucas balas no tambor é o melhor amigo do pai e de seu filho que vagam pelos Estados Unidos em direção ao Sul para conseguirem sobreviver ao inverno.

“A Estrada” foge à regra das grandes produções, pois mostra o planeta Terra já destruído, ao contrário de filmes como “2012” que peca no roteiro e prioriza os efeitos especiais.

O filme foi baseado no livro homônimo do escritor Cormac McCarthy ( autor de “Onde os Fracos Não Tem Vez”) lançado em 2006.

Curiosidades do filme:

  • A data de estréia do filme nos Estados Unidos foi postergada de 26/11/08 para 16/10/09, para permitir o trabalho de pós-produção adicional. No entanto, houve um novo adiamento, passando finalmente para 25/11/09, para que o filme pudesse concorrer ao Oscar.
  • Viggo Mortensen e Kodi Smit-McPhee tiveram que comer grilos para incorporar seus personagens.
  • Kodi Smit-McPhee ganhou seu papel no filme dentre centenas de outros garotos durante cansativos testes e também por sua semelhança com a atriz Charlize Theron, que interpretou sua mãe.
  • Viggo Mortensen quase desistiu do papel onde interpretou Man no filme, porque havia planejado dar um tempo nos cinemas. Depois de terminar as filmagens, Mortensen tirou um grande período longe do trabalho.
  • Uma tomada aérea, que também aparece no trailer do filme, é uma recriação digital da destruição causada pelo furacão Katrina na Louisiana. A foto mostra grandes barcos em uma estrada (highway 23) à frente de uma ponte. No filme, uma grande cidade aparece no horizonte, onde atualmente existe apenas a península rural Plaquemines Parish.
  • John Hillcoat filmou a cena onde o pai e seu filho bebem refrigerante diversas vezes, em cada uma delas com uma marca diferente, pois os executivos da Coca-Cola não queriam que seu produto aparecesse no filme. Viggo Mortensen recebeu um telefonema do presidente da coca-Cola dando permissão para sua marca aparecer no filme, pois no livro de McCarthy foi essa marca que apareceu.
  • Durante uma premiere em Londres, o diretor John Hillcoat revelou que Kodi Smit-McPhee ganhou o papel no filme como “The Boy”  em parte pelo fato de que foi enviada uma fita demo, pelo pai de Kodi, que mostrava a cena em que o pai mostra ao menino como se matar, colocando uma pistola em sua boca.
  • Um dos canibais na traseira do caminhão que sai do túnel é interpretado pelo pai de Kodi Smit-McPhee na vida real.

Site oficial do filme: “The Road”

Veja o filme online: Assista online na íntegra o filme “A Estrada” com Viggo Mortensen e Charlize Theron

Anúncios

Sobre Ronaldo
Brasil, Sul, Homem, de 35 a 40 anos, português, inglês

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: