Deputado envolvido em acidente com 2 mortes no Paraná renuncia ao mandato

O deputado Fernando Carli Filho (PSB), que no início deste mês se envolveu em um acidente de trânsito que resultou em duas mortes no Paraná, renunciou ao mandato nesta sexta-feira. A Assembleia Legislativa do Estado informou que o pedido oficial de renúncia foi entregue pelo seu advogado, Roberto Brzezinski.

Carli Filho permanece internado no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo. O acidente ocorreu no último dia 7, quando o carro guiado pelo deputado, um Volkswagen Passat, colidiu com um Honda Fit ocupado pelos jovens no bairro Mossunguê, em Curitiba. Gilmar Rafael Souza Yared, 26, e Carlos Murilo de Almeida, 20, morreram na hora.

O deputado estava com a carteira de habilitação suspensa porque excedia o total de pontos permitidos –totalizava 130 pontos, enquanto o máximo permitido é de 20. De acordo com informações do Detran, o deputado possuía 30 multas, desde 2003. Destas, 23 eram por exceder limites de velocidade. Carli Filho recorreu de 12 das 30 multas.

Exame realizado pelo IML (Instituto Médico Legal) do Paraná constatou que Carli dirigia com dosagem alcoólica acima do estabelecido. Segundo o resultado, havia no sangue do deputado 7,8 decigramas de álcool por litro de sangue, cerca de três vezes mais o limite permitido, de 2 decigramas. A chamada lei seca (11.705), sancionada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva em junho de 2008, considera que se alguém for flagrado com 6 dg por litro de sangue deve ser detido (de seis meses a três anos).

Renúncia

A direção da Assembleia Legislativa do Paraná abriu uma sindicância para averiguar se Carli Filho quebrou decoro parlamentar. O prazo para apresentar a defesa terminaria nesta sexta-feira. Com a renúncia, a sindicância foi extinta.

Em ofício, Carli Filho afirmou que aguardará o processo e julgamento “sem prerrogativas funcionais ou privilégios de qualquer ordem para receber, como cidadão comum, a sentença que as circunstâncias do fato e a sensibilidade da Justiça determinarem”. Veja o documento de renúncia.

A reportagem entrou em contato com o advogado de Carli Filho, por telefone, não conseguiu localizá-lo para comentar a renúncia. A Folha Online também telefonou para o gabinete, mas ninguém atendeu aos telefonemas.

O presidente da Assembleia, Nelson Justus, afirmou que lerá o documento de renúncia na sessão plenária da próxima segunda-feira e convocará o suplente para assumir o mandato de deputado estadual, que se estende até 31 de janeiro de 2011.

Carli Filho foi eleito em 2006 para o mandato de deputado estadual com 46.686 votos.

Fonte: Folha de S. Paulo

Anúncios

Sobre Ronaldo
Brasil, Sul, Homem, de 35 a 40 anos, português, inglês

2 Responses to Deputado envolvido em acidente com 2 mortes no Paraná renuncia ao mandato

  1. Rui Ventura says:

    Ao Autor do Blog. Embora eles na sua maioria não sejam dignos de tamanha consideração. Pergunto se não seria de BOM TOM, parar de dar o título a esse Meliantezinho, afinal, ele mesmo, embora numa jogada cheia de más intenções, já abriu mão dele. É uma Ofensa aos Deputados de Bem, que embora poucos, ainda há sim, se fique lembrando que deixaram que a mesma população que os elegeu, tenha elegido TAMANHO MELIANTE, Como esse tal de Carli Filho. Embora essa eleição se eu não me engano, foi feita pelas mãos da molecada das faculdades que aqui como na maioria do mundo não sabem o que querem e qualquer Marketeiro profissional,´por mediocre que seja maneja-os a bel-prazer. Mas isso é assim em todo o mundo, não é uma exclusividade Curitibana rsrs

  2. Rui Ventura says:

    A Dizer: “A chamada lei seca (11.705), sancionada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva em junho de 2008, considera que se alguém for flagrado com 6 dg por litro de sangue deve ser detido (de seis meses a três anos)” Deixe que pergunte: O que é que esse assassino incompetente e irresponsável está fazendo fora da Cadeia. Ou será que lei sancionada pelo Exmo. Senhor Presidente da República só vale para Ladrão de Galinhas? Seguindo, vamos só reproduzir e interpretar o que diz o MELIANTE: “Em ofício, Carli Filho afirmou que aguardará o processo e julgamento “sem prerrogativas funcionais ou privilégios de qualquer ordem para receber, como cidadão comum, a sentença que as circunstâncias do fato e a sensibilidade da Justiça determinarem”. – Se vai aguardar o processo como “cidadão comum”, bem para mim um assassino e irresponsável é cidadão comum em presídio de segurança máxima, Porque é que esse Moleque, (desculpem os meninos) não está já na Cadeia? Só um alerta, o meliantezinho, ex-deputado está se escondendo e querendo que o esqueçam, para em breve aparecer como candidato, ainda posando de vítima, para que quando chegar a hora de mais um julgamento (que devia ser daqui a uma semana, mas ainda vai demorar alguns anos), ele já tenha aparecido de vítima, consiga o voto do povo de memória curta e menos instrução ainda e então aguardará o Julgamento como Deputado, com todos os privilégios e sem que nada aconteça. GENTE OLHEM A DIGNIDADE, a DEFESA DOS DIREITOS E BONS COSTUMES. Esse escolado vai passar a perna nos contribuintes e continuar se escondendo atrás de um mandato que ele vai dizer ( e não estará mentindo) que lhe será outorgado pelo povo. CUIDADO.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: