Subprime e o Vírus H1N1: Apocalipse?

Os Estados Unidos da América, ou simplesmente América, como são mais conhecidos internacionalmente, parecem estar sendo castigados por todo o seu passado imperialista e dominante.

Grande potência econômica e militar, hegemonicamente demonstrada no período da Guerra Fria, nos anos 90 com a Guerra do Golfo (causada pela invasão iraquiana ao Kwait) e, mais recentemente, com a invasão norte-americana ao Iraque (desta vez, acreditando que o país dos Jardins suspensos da Babilônia escondia arsenais de armas químicas), a economia do país não suportou o inadimplemento dos mutuários adquirentes do crédito de risco que fomenta o setor imobiliário e alardeou uma crise financeira mundial ainda sem precedentes – o termo “ainda” foi empregado no sentido de que ainda não se tem certeza de quando seus reflexos irão desaparecer.

Por outro lado, odiado por alguns países, em especial os que se situam no Oriente Médio, fez crescer a xenofobia e, principalmente depois do fatídico dia “11 de Setembro”, dificultou cada vez mais a entrada de imigrantes em seu, até então, próspero território.

E não é que agora veio uma tal de gripe suína, causada pelo vírus H1N1, cujo Centro de Controle e Prevenção de Doenças informou já se tratarem de nada menos do que vinte casos de sua manifestação em serem humanos em território norte-americano?

As coisas não andam bem para Barack Obama e companhia. Talvez isso possa servir de aprendizado para eles.

Anúncios

Sobre Ronaldo
Brasil, Sul, Homem, de 35 a 40 anos, português, inglês

One Response to Subprime e o Vírus H1N1: Apocalipse?

  1. Rui Ventura says:

    As adversidades, quando entendidas e deixando de lado a petulância e o orgulho “abestalhados” desses senhores. Serve com certeza para que, a crise seja analizada, enfrentada e então sim sair dela forte como um “touro” e com pouca chances de “entrar em outra”. Mas se o orgulho não for colocado de lado e se eles continuarem tentando esconder que sempre fizeram castelos de areia sem alicerces e que eram até há pouco os detentores da maior dívida interna do mundo. Sim têm potencial para sair da crise em que se deixaram ATOLAR. Economia não desmorona, ela vai desmoronamdo, dá sinais, se o orggulho permite, toman-se medidas a tempo e horas. Entenderam?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: