Hospital de “Um Estranho no Ninho” será demolido

Oitavo filme mais votado pelo público em um total de 250 filmes no site “IMDB”, “Um Estranho no Ninho” (“One Flew Over the Cuckoo’s Nest”, Estados Unidos, 1975) marcou época.

Dirigido pelo tcheco Milos Forman, o filme narra a estória de Randle Patrick McMurphy (Jack Nicholson), um ladrão que é preso e sentenciado a cumprir pena em um hospital psiquiátrico. A princípio, achou bom negócio, pois não precisaria dividir cela com outros presidiários e teria vida boa em um hospital.

Mas, a cada dia que passa R. P. descobre que o hospital tornou-se o seu maior pesadelo, levando-o a tomar medidas drásticas e a conviver com doentes mentais em um caminho sem volta. Um dos melhores filmes de Jack Nicholson (ao lado de “O Iluminado”).

Uma notícia triste, ainda que por um motivo nobre: o hospital onde o filme foi rodado, cuja construção tem mais de 125 anos, será demolido.

Porém, pretende-se preservar uma das seções de hidroterapia para ser utilizada como um museu de saúde mental.

“Essa é a parte onde muitas pessoas se lembram do filme”, disse a porta-voz do hospital, Patricia Feeny.

Os pedreiros começaram a derrubar o telhado do “Oregon State Mental Hospital” para colocar 620 novas camas no complexo hospitalar que tem previsão para estar finalizado em 2011.

Oregon State Mental Hospital

O filme, baseado na novela de 1962 de autoria de Ken Kesey, é uma ficção, mas foi associado ao longo dos anos com os problemas da vida real do hospital “Oregon”.

Na estória, R. P. é trancado sob a supervisão da enfermeira Ratched, que levava os pacientes à praticar a submissão.

No clímax do filme, e uma das cenas mais marcantes do cinema de todos os tempos, o chefe indígena Bromdem, interpretado pelo texano Will Sampson (1933 – 1987), fica enfurecido com a lobotomia realizada no personagem de Nicholson.

will-sampson

Ator Will Sampson tinha 1,96m de altura

Outra proposta para o museu é mostrar o banheiro usado pelo personagem de Danny DeVito e de Will Sampson.

Will Sampson

Índio nativo norte-americano fez sua primeira aparição no cinema com o filme “Um Estranho no Ninho”. Também esteve ao lado de Clint Eastwood em “O Fora da Lei” (1976). Trabalhou como ator coadjuvante em “Orca” (1977), “O Grande Búfalo Branco” (1977) e “Fish Hawk” (1979). Em 1986 co-estrelou “Poltergeist II: O Outro Lado” (1986). Faleceu devido à complicações nos rins e desnutrição durante um transplante de fígado e de coração em uma cirurgia realizada em 1987 e foi enterrado em uma reserva indígena onde cresceu.

Curiosidades do filme

  • O personagem de McMurphy (interpretado por Nicholson) foi originalmente oferecido ao ator James Caan (que interpretou Santino ‘Sonny’ Corleone em “O Poderoso Chefão);
  • Kirk Douglas deteve os direitos autorais do filme durante um longo período, antes do seu filho (Michael Douglas) começar o projeto;
  • Muitos dos atores coadjuvantes eram realmente pacientes mentais;
  • Louise Fletcher assinou participação no filme uma semana antes do início das cenas, depois de ser entrevistada repetidamente durante mais de seis meses; o diretor Milos Forman sempre dizia à ela que nao estava abordando a personagem corretamente, mas sempre a chamava de volta;
  • O elenco e membros da produção tiveram que se acostumar a trabalhar com extras e coadjuvantes que eram os próprios pacientes do “Oregon State Mental Hospital”, cada membro da equipe inevitavelmente trabalhou lado a lado de pelo menos dois ou três doentes mentais;
  • A maior parte da cena de Nicholson com o ator Dean R. Brooks (que interpretou o Dr. John Spivey) logo que chega ao hospital, foi improvisada – incluíndo a cena do grampeador, onde pergunta sobre uma foto de uma pescaria e onde discute sua violenta convicção; a reação de Brooks foi real;
  • Antes das filmagens começarem, o diretor Milos Forman exibiu o filme “Titicut Follies” (1967), para ajudar o elenco a sentir o que seria uma vida dentro de uma instituição de doentes mentais;
  • Com exceção da cena de pescaria (que foi filmada por último), o filme foi rodado em sequência;
  • Primeiro filme do ator Brad Dourif (que ganhou o Oscar de melhor ator coadjuvante);
  • Kirk Douglas, que detinha os direitos autorais, planejava estrelar o flme, mas chegou à conclusão que já estava velho para o personagem;
  • Ken Kesey, que escreveu o livro, disse que nunca iria assistir ao filme e, inclusive, processou os produtores porque o filme não mostra a estória sob a perspectiva do Chefe Bromdem (conforme o livro original);
  • Anjelica Huston, namorada de Nicholson na época, aparece em meio à multidão no pier quando a excursão de pesca acaba;
  • Colleen Dewhurst, Geraldine Page, Anne Bancroft, Ellen Burstyn, Jane Fonda e Angela Lansbury, foram oferecidas para o papel da enfermeira Ratched;
  • A estória é baseada nas experiências do autor, Ken Kesey, quando trabalhou no “Veterans Administration Hospital” em Palo Alto, California;
  • Marlon Brando e Gene Hackman foram oferecidos para o papel de McMurphy antes do ator Jack Nicholson;
  • Para produzir o filme, o ator Michael Douglas encerrou o show “The Streets of San Francisco” (1972);
  • Durante as filmagens, o ator William Redfield (que interpretou Dale Harding) esteve doente. Ele morreu alguns meses depois do filme ser finalizado;
  • A música tema do filme é de Jack Nitzsche, que e é tocada durante o início e o final, foi baseada nos acordes da canção “Please Release Me”;
  • Durante as filmagens, um membro da equipe puxou alguns cabos próximos a uma das janelas do “Oregon State Mental Hospital” e um paciente caiu para fora se machucando. No outro dia, o “The Statesman Journal” em Salem, Oregon, publicou a manchete: “”One flew OUT of the cuckoo’s nest”;
  • A atriz Louise Fletcher ficou tão chateada devido ao fato de que os outros atores puderam dar risadas e demonstrarem felicidade enquanto ela tinha que se manter fria que, perto do fim da produção, ela tirou seu vestido e ficou apenas de calcinha para provar aos atores que ela não era um “monstro de coração frio”;
  • Primeiro filme de Christopher Lloyd ( que interpretou o Dr. Emmett Brown “Doc” em “De Volta Para o Futuro” I-II e III);

Leia também: Louise Fletcher de “Um Estranho no Ninho”: Lembra Dela?

Sobre Ronaldo
Brasil, Sul, Homem, de 35 a 40 anos, português, inglês

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: