Aluna é atingida por arma de fogo dentro do Colégio Bom Jesus em Curitiba/PR

Uma aluna do segundo ano do ensino médio do Colégio Bom Jesus, no Centro de Curitiba, foi atingida por um diparo de arma de fogo no banheiro da instituição na manhã desta segunda-feira (23).

Leia a nota divulgada pelo colégio:

“Confirmamos o falecimento de uma aluna do 2.º ano, do Ensino Médio, do Bom Jesus Centro. As causas estão sendo averiguadas pelas autoridades responsáveis.

As aulas foram suspensas nesta segunda-feira para o Ensino Médio.

As aulas do Ensino Fundamental – manhã e tarde – e da FAE, período noturno, ocorrerão normalmente.

Quaisquer manifestações públicas de alunos e colaboradores sobre o caso representam apenas opinião pessoal e não expressam a posição do Bom Jesus.

A família já foi comunicada. Pedimos que respeitem este momento delicado e de grande pesar”.

Fonte: Paraná Online

Capa de Jornal

Atualização:

Notícias
Grupo Bom Jesus
23.03.2009

NOTA OFICIAL

A direção do Colégio Bom Jesus Centro comunica com pesar o falecimento da estudante Christiane Adriana Cassimiro de Almeida, da 2.ª série do Ensino Médio, ocorrido nesta segunda-feira, 23/03.

Professores e amigos solidarizam-se com a família e lamentam inestimável perda. A comunidade escolar permanece em oração.

Direção Geral

Associação Franciscana de Ensino Senhor Bom Jesus

Leia também:

1. A cada trinta segundos ocorre um suicídio no mundo (Fonte: Paraná Online)

2. O suicídio e a importância da oração: Pelo espírita Sr. Divaldo Franco

Atualizado em 01/04/09:

3. Jornais não escondem casos de suicídio

Sobre Ronaldo
Brasil, Sul, Homem, de 35 a 40 anos, português, inglês

145 Responses to Aluna é atingida por arma de fogo dentro do Colégio Bom Jesus em Curitiba/PR

  1. igor disse:

    na minha opiniao o nome dessa menina nao deveria ser divulgado, esse assunto deveria sair na midia respentando a familia ,nao saio porque é um particular e catolico ,se fosse um colegio publico nao teria a duvida que estaria em todos os jornais do mundo,aluno(a) leva um arma e se mata em um colegio publico,e todas as midias e pessoas iam falar desse assunto para o resto da vida ate acontecem outro assunto de morte em um colegio e iam comparam ,

  2. Ms. J disse:

    Tá de zoa? Eu estudei nesse colégio, era até da sala ao lado e foi possível ouvir o barulho da arma do 3 andar. ELA NÃO FOI MORTA, A CRISTIANE SE MATOU! Ela tinha depressão profunda! O colégio é tradicional aqui em curitiba e vocês não sabem dos fatos!

  3. Jane Lima disse:

    Bom, em primeiro lugar acho que foi realmente uma fatalidade a garota ter cometido esse ato. Em segundo segundo lugar, a instituição de ensino cumpriu seu papel da melhor forma possível. Se uma criança chega a esse ponto, é sinal que a família não deve ter uma boa base ou estrutura psicológica ou coisa parecida, pois a base, conscientização e o diálogo são características importantes para a formação do cárater e das decisões principalmente dos jovens e adolescentes.
    Olhando por outro lado, é de inteira responsabilidade de um pai ou uma mãe seja lá quem for, manter esse tipo de objeto fora do alcance de crianças e adolescentes. Eu me pergunto…. Como pode um pai deixar um revólver exposto a tal ponto que chegue até as mãos de uma adolescente? Onde e como esse api foi criado? Ou será que ele pensa que dentro de casa é uma delegacia (que nem nas delegacias eu creio haver tal discuido). Agora ele sabe como é sentir a dor de perder um filho, mas jamais sentirá a mesma dor que uma mãe senti.

  4. safadin disse:

    gisah : “já basta o sofrimento da menina”

    ela ja morreu ¬¬ nao tem mais sentimento .

    “Só resta se colocarem no lugar dela”

    vamo ter que morrer intao? ayuhuhuuh

  5. erik disse:

    mando bem gisah………………………………….

  6. gisah disse:

    Só resta pararem de julgar, acusar e especular. já basta o sofrimento da menina, e dos pais e envolvidos. Só resta se colocarem no lugar dela, dos pais e dos que dizem asneiras acusando sem saber.( e isso é par vc jeison. vc já deve ter ouvido que se for abrir a boca pra falar do que nao sabe, melhor nem abrir. e no mais nao acuse ninguem. e se tivesse acontecido com vc? e se fosse vc o tal namorado? e antes pela lógica e quem lê o q vc escreve deve perceber q vc precisa rápido de uma analista ou tomar um banho de humanidade.) Se liga.
    Sente no banco dos réus e vamos ver como se sentem sendo julgados, seja por ser forte , fraco, isso ou aquilo.

  7. gisah disse:

    O q se faz agora? Achar culpados? Acusar isso ou aquilo?
    Julgar? Tecer comentários e especular sobre como, onde e porque, meu Deus, porque? Quem pode julgar? As pessoas não são todas iguais, isso nunca vai existir. Apenas , se coloquem no lugar , sentem na cadeira do réu e se submetam aos julgamentos e as perguntas que vem de todos os lados. Se coloquem no lugar e pensem que ninguem quiz chamar atenção, quiz pertubar ou provocar. Apenas havia alguem precisando desesperadamente e somente de um ombro amigo, de uma compreensao que não veio a tempo ou na hora certa. Não existe culpa , nem culpados. não se pode punir o que não existe.
    Apenas se coloquem antes no lugar dela, dos pais o de qualquer um que voces pensem em julgar

  8. Adam disse:

    parece que o assunto acabou por aqui… tivemos muitas opinioes que alguns concordadram e outros nao… todos nos somos diferentes na maneira de pensar, e com isto, aprendi coisas novas… muita sorte para todos, obrigado por tudo…
    se quiserem contato, peçam…

    flw

  9. erik disse:

    cara nesse caso vc é o cara na mais sã conciencia, vc ta certo muito inclusive, nesse caso a imprensa não precisa achar culpado ele ja estav lá…..nos EUA a imprensa só aparece em ultimo caso, nesse comentado aqui sobre a eloa ela atrapalhou e muito a policia “imprensa” ……….. ai eu acho que a imprensa não deveria se meter mesmo………… ja tinha o culpado…………. no caso da menina do bom jesus é diferente porque………….o revolver tava fácil……………o colégio é o bom jesus…………….se fosse público a história seria outra……….
    isso é fato……………então acho que tem que ter um responsável sim………
    abraxxxx adam……

  10. Adam disse:

    é… a imprensa acaba pressionando um pouco a polícia nestes casos… um outro fato que explica bem o q quero dizer… Eloá (vamos ressucitar os mortos, que legal-agora foi ironia)… neste caso que aconteceu, acho que a imprensa atrapalhou tudo. O cara (que esqueci o nome) “Lindenberg Alves” podia saber de tudo o que estava acontecendo fora de sua casa através das mídias por aí… em um artigo que uma professora me mostrou, até a Sonia Abrão meteu o nariz onde não devia pra falar “***” (eu não assisti, então não posso falar cm detalhes, e nem certezas)… o piá deve ter se influenciado pela opinião pública (só ele mesmo pra responder)… estes casos policiais que chamam a atenção sempre (ou quase sempre) acabam em porcaria (pra ñ falar palvrões), e outros nao divulgados tb, mas estes devem ser mais faceis de se resolver, acredito eu. Se estiver errado, alguém me corrija, eu não sou dono da verdade.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: