Descoberta a Versão Integral de “Metrópolis”

O mundo cinematográfico está celebrando a descoberta de cenas desaparecidas do filme “Metrópolis” (Alemanha, 1.927), do diretor alemão Fritz Lang, que apareceram em um arquivo do Museu de Buenos Aires (Argentina) e que estavam perdidas por 80 anos.

As cenas que foram cortadas do filme de ficção científica produzido nas redondezas de Berlim, ou por serem consideradas muito brutais, ou por outros motivos, estarão disponíveis pela primeira vez desde 1.927, quando a versão original foi exibida em Berlim.

Rainer Rother, chefe do Museu de Filmes de Berlim, Deutsche Kinemathek, chamou o episódio de uma “sensacional descoberta”, afirmando que um dos filmes mais famosos de todos os tempos “agora poderá ser visto através de novos olhos”.

“Metrópolis”, que se passa em uma cidade futurista e explora o conflito entre trabalhadores e seus exploradores capitalistas, foi um dos filmes mais caros na época, mas foi odiado por críticos e pelo público alemão. Foi transformado em um curta-metragem pela Paramount Pictures, por ser considerado impenetrável no mercado norte-americano, causando o desaparecimento de cenas centrais do filme e a perda significativa dos seus personagens.

A versão restaurada responderá às questões que gerações de fãs nunca souberam ao certo responder. Resolverá também o mistério de Maria, a líder do movimento de insurreição dos trabalhadores, que é confundida pela escória como a fêmea de um robô. Schmale, um espião que é enviado pelo líder autocrático da cidade futurista, Joh Frederson, para seguir o seu filho, Freder, interpreta um papel menor na versão cortada, mas de grande significado na versão original. “O seu papel…finalmente poderá ser entendido”, disse Rother. Uma cena onde uma criança é salva quando está sendo afogada pelos trabalhadores também será “muito mais dramática” e violenta do que na versão cortada.

A redescoberta, revelou o jornal Die Zeit, traz a luz depois que Paula Felix-Didier, curadora do Museu do Cinema de Buenos Aires disse que uma versão completa teria sido descoberta na coleção da instituição. Temendo que não fosse dado o devido valor para o filme na Argentina, ela entrou em contato com a Alemanha nessa semana, onde será avaliada a autenticidade da descoberta.

O jornal alemão reconstruiu a história de como o filme foi encontrado na Argentina. Uma cópia da versão integral do filme foi primeiramente enviada a Buenos Aires em 1.928 a pedido da distribuidora de filmes Terra. Um crítico de cinema chamado Manuel Peña Rodríguez, adquiriu a cópia vendendo-a posteriormente na década de 60 para um fundo nacional de arte da Argentina. Uma cópia desse filme passou pelo Museu do Cinema em 1.992, mas seu valor não foi estimado até então.

Segundo o jornal inglês, Guardian, Helmut Possman, diretor da fundação Friedrich-Wilhelm Murnau, que detém os direitos autorais de “Metrópolis”, disse que a versão completa estará disponível ao público após ser restaurada.

Anúncios

Sobre Ronaldo
Brasil, Sul, Homem, de 35 a 40 anos, português, inglês

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: