O FMI e o seu Fanfarrão

Dominique Strauss-Khan é um fanfarrão.

Ex-Ministro de Economia e Finanças do Partido Socialista da França e atual Diretor Geral do Fundo Monetário Internacional, Strauss-Khan nasceu em 25 de abril de 1949 em Neuilly-sur-Seine (Hauts-de-Seine).

Recentemente soltou a seguinte pérola:

“Quando se faz biocombustíveis de produtos agrícolas não usados na alimentação, tudo bem. Mas quando se faz de produtos alimentícios, isso representa um grave problema moral”.

Entre 1650 e 1850, Thomas Malthus – Economista,  Estatístico e Demógrafo – observou que o crescimento populacional dobrou em virtude da elevação da produção de alimentos, das melhorias nas condições de vida, do avanço da medicina no combate às doenças letais, das benfeitorias direcionadas ao saneamento básico e, por último, dos benefícios gerados pela Revolução Industrial.

Malthus, temeroso pelo aumento desordenado da população, publicou inúmeras idéias acerca de sua preocupação com o controle de natalidade, pois poderia haver falta de alimentos para a população mundial.

Afirmava que a população cresceria conforme uma progressão geométrica (ex.: 2 mi/hab. – 4 mi/hab. – 8 mi/hab. – 16 mi/hab. – 32 mi/hab. – 64 mi/hab.), ao passo que a produção de alimentos cresceria de acordo com uma progressão aritmética (ex.: 2 Ton.- 4 Ton. – 6 Ton. – 8 Ton. – 10 Ton. – 12 Ton.). Foi atacado com paus e pedras pela Igreja Católica ao defender o controle de natalidade.

Voltando nossas atenções a Strauss-Khan, o qual afirmara que a utilização de produtos alimentícios na produção de biocombustíveis seria um grande problema moral, se instauram inúmeros questionamentos:

Sabe ele que o Brasil pretende produzir biocombustível oriundo da cana-de-açúcar? Sabe ele que os Estados Unidos se propuseram a produzir biocombustível oriundo do milho (esse sim utilizado na alimentação humana)? Sabe ele que o interior do Estado de São Paulo é o maior produtor de cana-de-açúcar do mundo? Sabe ele que em 2000 o Estado de São Paulo produziu 200 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, contra 195 milhões de toneladas em 1999 e 190 milhões de toneladas em 1998? Sabe ele que uma tonelada de cana-de-açúcar produz 80 litros de etanol sendo que 01 hectare de terra produz 88 toneladas de cana-de-açúcar e que no total são produzidos 7040 litros de etanol por hectare?

Muito antes de Strauss-Khan vir ao mundo e nos brindar com esta pérola da economia contemporânea, Malthus já previra que haveria falta de alimento para a população mundial em virtude do seu crescimento desordenado.

Porém, teimarei em acreditar que tal pérola proferida por Strauss-Khan não possui nenhuma motivação política.

O Brasil está surfando na crista da onda: descobriu reservas petrolíferas com capacidade para mais de 33 bilhões de barris; possui o know-how para a produção e a comercialização de biocombustível e para a extração de petróleo em alto mar; mantém o controle da inflação e há anos vive sem a ajuda do Fundo Monetário Internacional, o qual assina os contracheques de Strauss-Khan.

Por outro lado, os Estados Unidos amarga uma patética crise financeira causada por seus inquilinos. Terá que reduzir drásticamente as importações e elevar as exportações em virtude da desvalorização da sua moeda ao redor do mundo. E pior, onde está Bin Laden? Ou George W. Bush gastou cerca de US$ 300 bilhões até agora a troco de nada?

Portanto, já está mais do que na hora do Brasil deixar essa mentalidade de colônia provinciana subserviente e começar a mostrar que pode se sobressair na economia mundial de forma sustentável.

E Strauss-Khan, você é um fanfarrão.

Anúncios

Sobre Ronaldo
Brasil, Sul, Homem, de 35 a 40 anos, português, inglês

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: