Stallone Já Fala em Rambo V

A recém lançada quarta sequência que narra a história do perturbado veterano da guerra do Vietnã, em 29 de fevereiro de 2008, já motiva Sylvester Stallone a rodar a quinta sequência do filme.

Quando estreou no Brasil, em 06 de novembro de 1982, pudemos ver como o traumatizado veterano de guerra, John James Rambo, nascido em 06 de julho de 1947 em Bowie, Arizona, filho de um nativo índio navajo e de uma mãe descendente de alemães, perambulava pelas ruas de uma pacata cidade do interior dos Estados Unidos (apesar de ter sido rodado inteiramente no Canadá com locações em “Golden Ears Provincial Park, British Columbia, Canada”; “Hope, British Columbia, Canada” e “Pitt Lake, Pitt Meadows, British Columbia, Canada”), lutando contra o xerife local por ser considerado um vagabundo, seus próprios medos e, principalmente, contra o preconceito estúpido da sociedade norte-americana que não reconhecia seu valor como um ex-combatente de guerra. 

Rambo, lutando ao lado de seu amigo Coronel Samuel Trautman, ganhou praticamente todas as medalhas e condecorações possíveis para um veterano de guerra, dentre elas, a Medalha de Honra do Exército norte-americano.

Em recente entrevista, o ator norte-americano declarou: “Eu gostaria de levar Rambo para um outro gênero, realizar experiências com o personagem. Não seria definitivamente um filme de guerra. Eu não posso ir mais além de tudo o que já foi feito. O que virá a ser, eu ainda não vou revelar neste momento. Mas já estou escrevendo a história.”.

Anúncios

Sobre Ronaldo
Brasil, Sul, Homem, de 35 a 40 anos, português, inglês

One Response to Stallone Já Fala em Rambo V

  1. Almir Junior says:

    Eu acho demais o personagem retornar aos Estados Unidos. Depois de lutar e em guerras estrangeiras no Sudeste Asiático e nos desertos do Oriente Médio, está no hora do personagem voltar ao seu país e enfrentar inimigos diferentes dos anteriores.
    Eu concordo também que a violência excessiva seja abrandada, mas sem perder a característica básica do personagem, que é ser um super-soldado detonando com seus inimigos, o quinto filme pode ter a violência atenuada, mas ele deve continuar sendo de ação interrupta e ter algumas mortes ( Umas trinta no máximo tá bom AH AH AH AH ) , só pra não descarecterizar o personagem como nós o conhecemos. Eu também sugiro como nova nêmesis de Rambo, uma organização para-militar supremacista branca, pondo de lado os velhos inimigos tradicionais de Rambo, exércitos cujo os soldados são compostos de russos comunistas, vietcongs e birmaneses. Pois em meu ver isto dá uma conotaçãoconservadora, retrógrada, intolerante e até racista ao personagem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: